CNH social: como obter seu CNH social gratuitamente

PUBLICIDADE

 

Aprenda como obter seu CNH social gratuitamente
Existem muitas notícias falsas sobre links de redes sociais, e devemos ter muito cuidado ao recebê-las. Os temas relacionados ao CNH Social são diversos, mas é importante ressaltar que ele existe, mas nem todos os países possuem tal plano. Para ajudá-lo, deixe-nos esclarecer alguns fatos importantes para que você possa entender como obter o Social CNH gratuitamente.

Para não cair no famoso golpe do link, principalmente pelo WhatsApp, o cadastro é aberto apenas aos órgãos responsáveis ​​de cada região, como DETRAN e CIRETRAN, não sendo possível o cadastro em todos os estados por não ser o governo federal. Concentre-se apenas em informações oficiais e confiáveis, e inscrições apenas em instituições oficiais do estado. Não preencha nenhuma informação de registro em sites desconhecidos ou suspeitos.

Países que fornecem CNH Social 2021

As vagas em cada estado são publicadas no site oficial do DETRAN de cada localidade. Os seguintes países estabeleceram parcerias e publicaram vagas em anos anteriores:

Bahia – Na Bahia, existem duas formas de se obter a primeira licença gratuita. A primeira é por meio da escola de transporte público do Detran – EPTRAN, que permite que pessoas de baixa renda obtenham a primeira autorização gratuitamente.

Amazonas – No Estado do Amazonas, o governo firmou acordo de cooperação com o sindicato dos centros de formação de motoristas.Além do site do DETRAN, você também pode se cadastrar pelo aplicativo Amazonas na Palma da Mão.

Pernambuco-Pernambuco é um dos estados que mais participam do programa, ocupando a 9ª posição. Podem participar inscritos no Bolsa Família, Chapéu de Palha, egressos do sistema prisional, alunos da Funase, desempregados (renda familiar não ultrapassa três salários mínimos) e alunos do ensino médio e fundamental da rede pública nacional.

Estado do Ceará – O Estado do Ceará participa do programa desde 2009. É financiado pelo governo estadual, abrangendo as Tipos A e B, e é direcionado a pessoas de baixa renda maiores de 18 anos.

Paraíba – No estado podem participar pessoas do Projovem ou de projetos de literatura brasileira, bem como pessoas formadas em sistema prisional ou em regime de internação socioeducativa. Para as categorias A e B, adicione alterações às categorias C, D e E.

Goiás-Goiás participa do programa desde 2019. É financiado pelo Governo do Estado e abrange as Tipos A e B, e é adequado para pessoas de baixa renda maiores de 18 anos.

Distrito Federal – Cidadãos de baixa renda do Distrito Federal que desejam obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) permanente podem obtê-la gratuitamente. O Projeto de Lei 944/2020 do Governo do Distrito Federal (GDF) foi aprovado pela Assembleia Legislativa em segundo turno.

Roraima é nomeado cidadão CNH A Lei nº 1.011 / 2015 foi fiscalizada pelo governo do estado em outubro de 2020, e as inscrições começaram no dia 16 de novembro, proporcionando 400 vagas para pessoas de baixa renda.

Em alguns estados, o plano foi suspenso devido à crise financeira, como no Espírito Santo e no Rio Grande do Sul.

Segundo informações locais do DETRAN, esses estados ainda não possuem carteira de habilitação social: Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins.

No entanto, os padrões usados ​​nos Estados Unidos são muito semelhantes, como:

Mais de 18 anos;
Saber ler e escrever;
A renda familiar não ultrapassa 2 (dois) salários mínimos;
Estar desempregado há mais de 1 (um) ano;
Ser beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família e Chapéu de Palha;
Ser estudante de rede pública, com bom desempenho;
Estar inscrito no CadÚnico;
Dentre outros.
O vinculo a programas sociais vai depender de cada Estado, pois como já foi mencionado anteriormente, o programa é de acordo com as normas locais.

PUBLICIDADE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar