Os prós e contras da contratação de consórcios

anúncio

Embora a contratação de um consórcio seja popular, você precisa avaliar cuidadosamente os prós e os contras envolvidos para garantir que seja uma opção ganha-ganha para você.

Benefícios

Dentre as principais vantagens proporcionadas pelo consórcio, destacam-se:

Economia e disciplina

É o desejo de muitas pessoas obter bens ou serviços de maior valor sem um empréstimo, mas nem todos têm dinheiro suficiente para pagar por isso.

Além disso, também fica claro como é difícil para as pessoas economizar dinheiro e não podem economizar dinheiro por conta própria.

Nesse sentido, o consórcio pode ser uma boa escolha, pois há promessa de parcelamento, então a poupança passa a ser obrigatória.

Além disso, o consórcio também é útil em termos de disciplinas, porque você tem que esperar para obter os serviços ou mercadorias de que precisa.

Parte inferior

As taxas de distribuição são geralmente mais baixas do que as taxas de empréstimo.

Todo empréstimo tem uma alta taxa de juros. Por exemplo, no caso de veículos, essas taxas de juros podem ultrapassar 25% ao ano.

No consórcio, o custo é menor e a única despesa que o contribuinte precisa pagar é a taxa de administração da empresa administradora do consórcio.

Essa taxa é de cerca de 15% a cada 5 anos, que é a duração média de um consórcio. Com isso, pode-se dizer que consórcio é 10 vezes mais barato que financiamento.

Maior flexibilidade

Após receber a carta de crédito, o destinatário poderá utilizá-la à vontade. Por exemplo, se o ativo do contrato for um carro, você pode escolher outras marcas, modelos ou até mesmo outros tipos de veículos.

O banco central define que qualquer ativo pode ser adquirido em consórcio, desde que pertença à mesma categoria.

Em relação aos veículos, você pode comprar carros, motocicletas, barcos, caminhões, aviões, etc.

Além disso, você também pode comprar mercadorias com valores diferentes. Se for mais caro, faça a diferença.

Se os ativos forem mais baratos, o saldo pode ser usado para pagar a dívida da sociedade gestora.

É importante ressaltar que até 10% do valor total da carta de crédito pode ser utilizado para o pagamento de bens ou serviços correlatos, como documentos, seguros e impostos.

Finalmente, se você não estiver interessado em usar uma carta de crédito, há outra maneira de sacar dinheiro por conta própria.

Desvantagem

As deficiências apresentadas pelo consórcio são:

Longo prazo

Conforme mencionado acima, a duração média do consórcio é de 5 anos.

Portanto, caso o acionista não participe do sorteio ou lance livre, deverá aguardar o término do prazo do consórcio.

Por esse motivo, se você precisar possuir serviços ou propriedades imediatamente, pode ser mais vantajoso escolher financiamento (apesar das altas taxas de juros) ou investimentos lucrativos de alta liquidez para reunir fundos e comprar com dinheiro.

Risco padrão

O consórcio tem maior risco de inadimplência porque todos os consorciados devem pagar as parcelas em dia para receber a carta de crédito.

Portanto, é importante entender o impacto que as inadimplências de outros membros do consórcio terão sobre o grupo.

Afinal, vale a pena um consórcio?

Para saber se o consórcio vale a pena, é preciso avaliar sua situação. Porém, em geral, o consórcio é uma boa escolha para quem não tem pressa em adquirir bens ou serviços.

Ou seja, para quem sabe meditar.

Também é uma boa opção para quem não consegue economizar dinheiro sozinho, para que possa começar a acumular riquezas.

anúncio

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar