Um carro estacionado no mesmo local por 47 anos foi desmontado

PUBLICIDADE

Símbolo da cidade italiana de Conegliano, os carros Lancia estacionados no mesmo local há quase cinco anos foram demolidos para restauração

Desde 1974, uma cópia do Lancia Fulvia sedan está estacionada na Via Zamboni em Conegliano, Itália. Ficou muito tempo estacionado no mesmo local, de forma que a maquete se tornou uma placa por perto. Porque este carro pertenceu ao Angelo Fregolent, de 94 anos (Angelo Fregolent), depois de quase 50 anos acabam de ser desmontados e reparados.

No passado, a Fregolent tinha bancas de jornais em cidades italianas. Ele costumava estacionar o carro ao lado dela para que pudesse descarregar a carga e até mesmo usar o carro como um “depósito”. No entanto, em 1974, o carro foi estacionado lá e nunca mais saiu da vaga. Então, com o tempo, ele se deteriorou e o proprietário não conseguiu mais movê-lo.

Sinal de viagem

Depois de muitos anos como parte da “paisagem”, Lancia Fulvia tornou-se um símbolo local. Portanto, sua exclusão causou polêmica pública. O governador do Veneto, Luca Zaia, lembrou em entrevista a jornalistas que se lembrava de ter visto o carro no mesmo lugar desde que foi para a escola e ressaltou que era um sinal da comunidade.

Porém, na Rua Zamboni, onde eu costumava estar, não é mais permitido estacionar veículos entre a calçada e a rua principal. É este o motivo que gerou o debate sobre a transferência de carros e como lidar com os carros.

Em 20 de outubro do ano passado, um caminhão de reboque retirou Lancia Fulvia de cena. De lá, a modelo viajou para Pádua como integrante da série ‘Auto e Moto d’Epoca’, mostra de carros clássicos que estreou no dia 21. Após o evento, os carros da marca italiana, atualmente pertencentes ao grupo Stellantis, serão restaurados em Vicenza.

A iniciativa vem do empresário e entusiasta de carros clássicos Giovanni Berton e do presidente do clube da Serenissima di Conegliano, Paolo Picco. Dois entusiastas se ofereceram para cuidar do carro de Angelo Fregolent. Após a restauração, o carro do início dos anos 1960 entrará no jardim do Cerletti Brewing Institute e permanecerá lá como um monumento.

Desta forma, Lancia não voltará ao lugar que a tornou famosa, mas estará perto dela, em Conegliano. “Não podemos imaginar que nosso Fulvia terá um futuro melhor”, comentou o proprietário.

PUBLICIDADE

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar