Ford: Mourão disse que a empresa “pode ​​atrasar o tempo e esperar”

/
Advertisement
Advertisement

O vice-presidente acredita que a declaração de da empresa de 100 anos no Brasil não é uma “boa notícia”.

O Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que se surpreendeu com o anúncio da montadora Ford, no dia 11, de que deixaria de produzir automóveis no país. Em conversa com jornalistas à tarde, Mourão avaliou o comunicado da empresa. Está no Brasil há 100 anos, e isso não é uma boa notícia.

Advertisement

Depois que a pandemia covid-19 agravou as grandes perdas do Brasil que a emprese teve por muitos anos, a Ford anunciou em comunicado nesta segunda-feira que fecharia sua fábrica em Camarçari (BA), onde produz modelos e motores EcoSport e Ka, Taubaté (SP) , onde montam os jipes.

“Isso não é uma boa notícia. Acho que a Ford ganhou muito dinheiro aqui no Brasil. Essa decisão da empresa me surpreendeu.” Mourão comentou ao deixar o gabinete de vice-presidente.

Advertisement

Ele acredita que a empresa pode esperar mais e ressaltou o tamanho da base de consumidores brasileira. Ele disse: “Acho que ela poderia ter adiado e esperado, até porque nosso mercado consumidor é muito maior do que outros mercados lá.”

A decisão de fechar a linha de produção brasileira foi tomada após a reorganização empresarial sul-americana.

A sede administrativa da montadora em São Paulo, América do Sul, bem como o centro de desenvolvimento de produtos e o campo de provas de Tatuy (SP), na Bahia, serão mantidos.

 

Advertisement
Advertisement
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar