Ao comprar estoques de carros usados, que precauções gerais devemos tomar?

anúncio

 

Depois de decidir formar um consórcio, você pode querer assinar o primeiro contrato. Mas é preciso ter cuidado. Vamos falar sobre cada um deles.

Leia o contrato do consórcio de carros usados

Preste atenção especial na leitura, principalmente nos termos de parcelamento, taxas e valores de reajustes.

Entenda como funcionam os lances

Se você pretende concorrer para tentar ser considerado sem depender apenas de sorteio, é importante entender como eles atuam entre os gestores de consórcio que está avaliando.

Análise e ajuste

É normal reajustar o valor do parcelamento. Afinal, se você não fizer isso, a inflação desvalorizará a carta de crédito ao longo do tempo.

Mas é melhor comparar a taxa de rebalanceamento praticada por cada administrador, pois algumas pessoas podem acabar usando um percentual maior do que deveriam.

Conheça o gerente

É melhor encontrar uma administradora conhecida, porque você dá a ela o dinheiro para cuidar. Por isso, opte por uma empresa que se destaca pela excelência no atendimento.

Compare as taxas de gestão

Na verdade, não estou interessado em sindicatos, mas há uma taxa de administração. Essa taxa varia mesmo entre administradores de boa reputação, portanto, vale a pena compará-la para evitar taxas muito altas.

Calcule se o pacote cabe no seu bolso

Ao assinar um contrato, você pode desejar concluir a transação sem considerar seu orçamento. Afinal, você realmente quer comprar um carro, não é? Porém, se o parcelamento não vai ter muito impacto nas finanças de sua família, é preciso ter um bom controle financeiro e uma boa análise.

A aliança de carros usados ​​pode ser sua solução para ter um veículo em sua garagem, e você pode levá-lo para onde precisar.

Mas não se esqueça do compromisso financeiro para evitar facilmente problemas, ok?

anúncio

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
This div height required for enabling the sticky sidebar